A disciplina apresenta e analisa a história contemporânea, além de destacar acontecimentos mundiais. Nós nos preocuparemos em abordar os aspectos mais relevantes da história da Europa e o impacto que estes causaram no mundo e também no Brasil. Destacaremos os principais acontecimentos que antecederam a Primeira Guerra Mundial, o crescimento e o desenvolvimento industrial da Europa e a crise que sucedeu após a Grande Guerra, e, ainda, será apresentado o surgimento dos regimes totalitários.

A disciplina trata da descolonização nas Américas e das relações e dos contrastes entre a história da América Latina e a dos Estados Unidos, a partir do século XIX até as últimas décadas do século XX, com base na produção historiográfica e/ou fontes primárias, relacionadas aos seguintes temas:


a) Estado e Idéias Políticas;
b) Ideologias e Movimentos Sociais;
c) Imperialismo e Relações Internacionais;
d) Cultura e Sociedade.

O processo de emancipação do Brasil, com base na produção historiográfica e/ou fontes primárias relacionadas aos seguintes temas:
a) Estado e Idéias Políticas
b) Ideologia e Movimentos Sociais
c) Imperialismo e Relações Internacionais
d) Cultura e sociedade burguesa

A disciplina discorre sobre o conceito de tempo circular das sociedades tribais à noção de tempo linear da sociedade pós-moderna. Questiona o ensino linear como modelo ideal para todas as sociedades. Relaciona a problemática do tempo atual aos objetivos educacionais do ensino. Discute os conceitos de tempo e história presentes nas teorias e tendências pedagógicas. Reflete sobre as distorções do modelo positivista e tradicional da história na historiografia e nos livros didáticos. Propõe a metodologia da multiplicidade tempos para o ensino da disciplina tendo em vista eixos temáticos e os objetivos interdisciplinares. Utiliza diversas técnicas para a sala de aula como auxiliares da didática proposta. Sugere atividades para a sala de aula a partir de pesquisa realizada entre os professores fruto das experiências docentes.